Demanda chinesa eleva preço do leite Fonterra Demanda chinesa eleva preço do leite Fonterra

16-10-2020 11:28:52 - Por: Dairy Reporter, traduzidas pela Equipe MilkPoint

A demanda por leite em pó integral tem sido mais forte do que o esperado, disse Hurrell.

Demanda chinesa eleva preço do leite Fonterra
A Fonterra aumentou sua previsão da faixa de preço do leite Farmgate para NZ$ 6,80 (US$ 4,48) por quilo de sólidos do leite, o que equivale a NZ$ 0,56 (US$ 0,37) por quilo de leite, mantendo a faixa de +/- 50c por quilo de sólidos do leite.

O CEO da Fonterra, Miles Hurrell, disse que a previsão mais alta para o preço do leite em 2020/21 está sendo amplamente impulsionada pela melhora na demanda na China.

“Apesar do impacto inicial da Covid-19, vimos a demanda por lácteos na China se recuperar rapidamente. Em particular, a demanda por leite em pó integral, que é um grande impulsionador do preço do leite, tem sido mais forte do que o esperado”, disse Hurrell. “Embora ainda seja o início da temporada, os preços dos lácteos no GDT (Global Dairy Trade) melhoraram em relação aos da primeira onda de Covid-19 e a demanda por leite em pó se mostrou resiliente. Vimos essa demanda refletida nos leilões do GDT, com os preços tendendo a subir nos eventos recentes e isso está apoiando nossa decisão de elevar a faixa e o ponto médio de valores, recompensando os produtores.”


Hurrell disse que uma das prioridades da cooperativa é ter um preço competitivo do leite, já que isso não apenas apoia seus produtores, mas também as comunidades locais. Ele disse que com NZ$ 6,80 por quilo de sólidos, mais de NZ$ 10 bilhões (US $ 6,6 bilhões) iriam para a região da Nova Zelândia.

Hurrell disse que há vários fatores que a cooperativa está observando e é por isso que mantém uma ampla faixa de previsão de NZ$ 6,30 a NZ $ 7,30 (US $ 4,16-US $ 4,82) por quilo de sólidos do leite [NZ$ 0,52 - NZ$ 0,60 (US$ 0,34 - US$ 0,40) por quilo de leite].


“Ainda é relativamente cedo na temporada e muita coisa pode mudar. Por exemplo, poderíamos experimentar volatilidade com as taxas de câmbio, a oferta de leite da UE e dos EUA está aumentando e continua havendo incerteza sobre como novas ondas de Covid-19 e uma desaceleração econômica global poderiam impactar a demanda. Com o aumento da demanda e da oferta, vemos as perspectivas de lácteos mais equilibradas, mas considerando que ainda há uma série de riscos, ainda recomendamos aos nossos produtores que sejam cautelosos em suas tomadas de decisão.”